Cristianismo

simeao

Hesicasmo

O termo hesicasmo deriva do grego e significa calma, quietude e silêncio, designando uma tradição desenvolvida no Cristianismo Ortodoxo Oriental. Especialmente popular entre os monges do Monte Athos na Grécia floresceu no século 14 e tornou-se a religião oficial da Igreja Ortodoxa Grega em 1351. Suas características principais são a ênfase no ascetismo solitário e na contemplação, na repetição da Oração do Coração ou Oração de Jesus, a leitura da Filocalia e a teologia da Luz Não Criada. A contemplação dessa luz seria o objetivo do homem na terra, e consiste em atingir a mais íntima união com Deus. Simeão é considerado o maior místico dessa tradição, tendo-a feito avançar em direção a um sistema que é tanto filosófico quanto espiritual.

São Simeão – Três métodos de atenção e oração
Thalassios
Thalassius – Two Hundred Texts on Theology and the Incarnate Dispensation of the Son of God

Link externo: Philokalia

tereza_davila

St. Teresa d’Avila (1515-1582)

Santa Teresa nasceu em Ávila na Espanha e foi uma freira Carmelita. Junto com São João da Cruz fundou a Ordem das Carmelitas Descalças. Ela considerava que a alma é capaz de transformar-se até atingir um estado de perfeita união com Deus. “Se refletirmos, veremos que a alma do homem justo nada mais é que um paraíso onde Deus se deleita. O que você imagina que é esta morada, onde um Rei tão poderoso, sábio e tão puro encontra todo o bem e pode deleitar-se e descansar?  Nada pode ser comparado com a grande beleza e as capacidades de uma alma; por mais sábio que o intelecto seja, ele é incapaz tanto de compreende-las quanto de compreender a Deus, pois como Ele nos disse, ele nos criou segundo Sua própria imagem e semelhança… Imagine, como eu disse que existem várias salas nesse castelo [que representa a alma]… e no centro, bem no meio de todas elas, está a câmara principal onde Deus e a alma permanecem em sua mais secreta união íntima… Mesmo que você imagine o castelo como sendo enorme, espaçoso e magnificente, você nunca poderá exagera-lo; a capacidade da alma está além de toda a compreensão, e o Sol no interior desse palácio ilumina cada parte dele.” (The Interior Castle or The Mansions)

The Way of Perfection
The Interior Castle or The Mansions

Link externo: The Letters of St. Teresa

johncross

S. João da Cruz (1542-1591)

São João da Cruz nasceu perto de Ávila na Espanha. Foi o responsável por reformar a Ordem das Carmelitas e, junto com Santa Teresa d’Avila, fundou a ordem das Carmelitas Descalças. Sua visão da alma – um elemento inerente ao ser humano que anseia pela união com o Criador e que deve ascender e transformar-se em busca de atingir a perfeição – é vista como um dos mais belos exemplos da teologia mística de todos os tempos. Sua poesia é também considerada o ápice da literatura espanhola: “Oh llama de amor viva, que tiernamente hieres de mi alma en el más profundo centro! Pues ya no eres esquiva, acaba ya, si quieres; rompe la tela de este dulce encuentro!” (Llama de amor viva)

Dark night of the soul
A Spiritual Canticle of the Soul
Ascent of Mount Carmel
Llama de amor viva

Link externo: The Metaphysics of Mysticism: A Commentary on the Mystical Philosophy of St. John of the Cross

eckhart

Meister Eckhart (1260-1328)

Eckhart foi um teólogo e místico alemão que considerava que a maior necessidade da alma humana é estar unida a Deus; assim, a alma precisa conhecer a Deus e sua relação com o mundo, e precisa conhecer a si mesma e os caminhos que deve percorrer para atingir esse objetivo. Em sua inclinação a esse tipo de questão, Eckhart seguiu um caminho independente que nem sempre esteve em harmonia com a religião institucionalizada de sua época.

Meister Eckhart’s Sermons

Link externo: The Eckhart Society

boehme

Jakob Boehme (1575-1624)

Boehme foi um teólogo e místico alemão, que após uma série de visões epifânicas, escreveu alguns tratados religiosos que ficaram famosos. Sua reflexão partia do esforço em entender a transição da unidade ilimitada da Mente Divina a um aspecto auto-imposto de limitação. Ele mantinha que essa limitação era necessária para que a Mente Divina pudesse apreender a si mesma como Deus. A Deidade necessitava experimentar essa epifania na natureza para tornar-se totalmente autoconsciente. “Fundamentalmente,” Boehme escreveu, “Deus não sabe quem Ele é, pois não conhece nenhum início, e nada como Ele, e também, nenhum fim…” Nas criaturas finitas, no entanto, Deus encontra sua própria revelação refletida como em um espelho. “Na mente Divina não natural, em um estado diferente de algo criado (ou de uma criatura) não há nada mais que uma simples vontade, que é também chamada de Deus Uno, que não deseja nada exceto encontrar e abraçar a si mesmo, ir além de si mesmo e, através dessa expansão, trazer a si mesmo à visibilidade (Beschaulichkeit). Essa visibilidade deve ser compreendida tanto como o espelho da sabedoria da Mente Divina quanto o olho através do qual Ela vê.” (Election of Grace)

Introduction to Boehme
Heaven and hell
Election of Grace
The Key or Clavis
Of True Repentance
Of True Resignation or Dying to Self
Of Regeneration
Super sensual life
The way from darkness to true illumination

Links externos

Jacob Boehme Resources
Jacon Boehme Page

swedenborg

Emanuel Swedenborg (1688-1772)

Swedenborg foi cientista, filósofo, teólogo e místico, nascido na Suécia. Por volta dos 50 anos ele teve uma série de experiências místicas que o conduziram a escrever vários tratados teológicos, entre eles Heaven and its Wonders and Hell que é considerado sua obra mais famosa. Vários autores parecem ter sido influenciados por suas ideias, entre eles, Emerson, Baudelaire, Balzac, Yeats, Borges e Jung.

Links externos

Vida e Obra de Emanuel Swedenborg (em português)
Swedenborg Association of Australia (em inglês)

Livros disponíveis

Heaven and its Wonders and Hell
Angelic Wisdom about Divine Providence
Angelic Wisdom Concerning the Divine Love and the Divine Wisdom
The Delights of Wisdom Pertaining to Conjugial Love
Earths In Our Solar System Which Are Called Planets, and Earths In The Starry Heaven Their Inhabitants, And The Spirits And Angels There
The Gist of Swedenborg
Spiritual Life and the Word of God
16th Chapter of Genesis as explained in the Arcana Cœlestia

james

William James (1842-1910)

William James foi um psicólogo e filósofo que publicou uma vasta obra de grande influência no pensamento ocidental, especialmente sobre a psicologia da experiência espiritual e religiosa. Foi muito influenciado por seu pai, um excêntrico teólogo adepto das ideias deSwedenborg.

The Varieties of Religious Experience : a Study in Human Nature [1902]

Links externos: Emory University

Livros disponíveis:

The Subjective Effects of Nitrous Oxide [1882]
The Principles of Psychology [1890]
The Will to Believe [1896]
Human Immortality: Two Supposed Objections to the Doctrine [the Ingersoll Lecture, 1897]
Talks to Teachers on Psychology: and to Students on Some of Life’s Ideals [1899]
The Moral Equivalent of War [1906]
Pragmatism: A New Name for Some Old Ways of Thinking [1907]
A Pluralistic Universe [1909]
The Meaning of Truth: A Sequel to “Pragmatism” [1909]
Memories and Studies [1911]
Essays in Radical Empiricism [1912]

Outros:

Michael de Molinos – Spiritual guide
The Nag Hammadi Library